Um olhar sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros
(38) 3229-9800
 
Conheça-nos
Principal
Mural
Eu te procuro
Clamor & Broncas
Músicas de M. Claros
Hoje na história
 de M. Claros
Montes Claros
 era assim...
História
Memorial de
 João Chaves
Memorial de
 Fialho Pacheco
Reportagens
Concursos
Colunistas Convidados
Notícias por e-mail
Notícias no seu site
Fale conosco
 
Anuncie na 98 FM
Ouça e veja a 98 FM
Conheça a 98 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 98
Previsão do tempo
 
Anuncie na 93 FM
Ouça a 93 FM
Peça sua música
Fale com a Rádio
Seja repórter da 93
Publicidade
 
Wanderlino Arruda
Alberto Sena
Augusto Vieira
Avay Miranda
Carmen Netto
Dário Cotrim
Davidson Caldeira
Efemérides - Nelson Vianna
Enoque Alves
Flavio Pinto
Genival Tourinho
Gustavo Mameluque
Haroldo Lívio
Haroldo Santos
Haroldo Tourinho Filho
Hoje em Dia
Iara Tribuzzi
Isaías
Isaias Caldeira
João Carlos Sobreira
Jorge Silveira
José Ponciano Neto
José Prates
Luiz de Paula
Luiz Ortiga
Manoel Hygino
Marcelo Eduardo Freitas
Marden Carvalho
Maria Ribeiro Pires
Mário Genival Tourinho
Oswaldo Antunes
Paulo Braga
Paulo Narciso
Petronio Braz
Raphael Reys
Raquel Chaves
Roberto Elísio
Ruth Tupinambá
Ruth Tupinambá Graça
Saulo
Ucho Ribeiro
Virginia de Paula
Waldyr Senna
Walter Abreu
Wanderlino Arruda
Web - Chorografia
Web Outros
Yvonne Silveira
 
Atuais
Panorâmicas
Antigas
Pinturas
Catopês
Obtidas por satélite
No Tempo de Lazinho
Estrada Real Sertão
Mapa de M. Claros
 

10/9/2014 -"...teve até o desfile de um mendigo novo, supostamente drogado, que andou pelo centro, o quarteirão fechado da rua Simeão Ribeiro, completamente nu, exibindo-se". A crescente degradação da Praça da Matriz e vizinhança pede:

»1 - Policiamento mais rigoroso
»2 - Redefinição do uso da praça que é o marco zero da cidade
»3 - Outra reforma física
»4 - Maior empenho das autoridades no cumprimento das leis
»5 - Uma recuperação em todos os sentidos

» Ver resultados «




Buscar no Site


Previsão do tempo

Digite uma cidade:

Busca no



 
 



Jornalismo exercido pela própria população



Deixe sua notícia neste Mural, clique aqui para enviar.
(Seja objetivo e escreva no menor espaço possível. Se preferir, coloque seu e-mail; se desejar, coloque também endereço e telefone. As mensagens - preferencialmente de inspiração noticiosa - serão publicadas a critério da redação. Textos que ferem as leis serão sumariamente descartados, assim como mensagens agressivas ou que pretendam apenas criar polêmica e discussão estéril.Pede-se, com empenho, que as mensagens não sejam redigidas em letra de caixa-alta (letras maiúsculas), que em linguagem de internet equivalem a falar gritando. As mensagens aqui postadas não representam a opinião do montesclaros.com; a responsabilidade pertence ao autor da mensagem).



Ir para mensagem N°:
Por data:

Mensagem N° 50263
De: Prefeitura Data: Sex 18/9/2009 14:11:52
Cidade: M. Claros- MG
(...)A reinauguração do ginásio poliesportivo Presidente Tancredo Neves, e a entrega da Praça “Deputado Fernando Diniz”, neste sábado, 19, a partir das 18 horas, no bairro Monte Carmelo, ganharam destaque na coletiva do prefeito Luiz Tadeu Leite com a Imprensa de Montes Claros e Norte de Minas. (...) Foi citado que a equipe do engenheiro Jaime Lerner, ex-governador do Paraná, chega a Montes Claros segunda-feira, dia 21, quando começa a fazer estudos para reorganizar e replanejar a área central do município. Depois, o próprio ex-governador trará o projeto à cidade, quando poderão ser incluídas sugestões da comunidade. Todo o processo será discutido democraticamente com a população.
Cemitérios - A Prefeitura também já estuda a possibilidade de abrir licitação pública para a construção de novos cemitérios em Montes Claros, pela iniciativa privada. Os atuais podem esgotar a capacidade para sepultamentos dentro de cerca de 8 meses. Os critérios estão sendo estudados pelo município.
(...) e anuncia, também, a realização da primeira etapa de revitalização e urbanização do Interlagos. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50262
De: Samuel Duarte Callado Data: Sex 18/9/2009 14:00:00
Cidade: Gov. Celso Ramos-Sc
E-mail: samucadc@terra.com.br
Parabenizo a Pefeitura de Moc. também a CODEMA pela formação da Patrulha do silêncio . Acredito que agora todos meus parentes e grandes amigos desta terra querida fiquem mais em paz, pois não é fácil aguentar êste tipo de situação. Aguentar vandalos e anarquistas, que não respeitam niguem. Prabenizo tambem ao Jornalista que esta apoiando os reclames da popupalação- Parabens e continuem assim.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50258
De: Prefeitura Data: Sex 18/9/2009 13:28:23
Cidade: M. Claros
Codema vai colocar Patrulha do Silêncio de Meio Ambiente nas ruas - O Conselho Municipal de Defesa e Conservação do Meio Ambiente (Codema), órgão colegiado, consultivo, deliberativo e normativo sobre as questões ambientais, realizou a sua 49ª reunião, no último dia 16/09, na sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), com a presença da maioria dos seus conselheiros. Na condução dos trabalhos, esteve o presidente da entidade, o administrador Luiz Guilherme Câmara.
Na pauta da reunião do Codema, foi apresentado o modelo de carro da Patrulha do Silêncio de Meio Ambiente, assunto considerado da maior relevância pelos conselheiros. Segundo Câmara, “os cidadãos montes-clarenses estão assistindo a constantes abusos por parte de prestadores de serviço de som ambulante, com relação a altura em decibéis, causando poluição sonora, o que pode trazer prejuízos irreparáveis a audição. Queremos, com essa fiscalização, melhorar a qualidade de vida da população”.
(...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50257
De: Vera Data: Sex 18/9/2009 13:17:34
Cidade: Bocaiuva
Para Mensagem N° 50231,
Sou mãe e também professora de escola publica,vejo em suas palavras um retrato fiel do descaso com educação,fico triste por saber que minhas filhas esta nessa escola de faz de conta, onde achamos que ensinamos ,os pais acham que seus filhos não reprovam que por são bons de verdade...que demagogia...mas como diz um velho ditado..."Quanto mais analfabeta a sociedade,mais facil de passar para tras"..dura realidade da educação,mas sinto culpada , estamos assim por que deixamos nossos direitos para outros, não somos uma classe unida, infelizmente.Pense:O que plantamos hoje, colhemos amanhã,estes serão nossos frutos futuros.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50255
De: Jornal Hoje em Dia Data: Sex 18/9/2009 12:37:20
Cidade: Belo Horizonte
Juiz suspende cobrança de cooperativa - O juiz Danilo Campos, da 5ª Vara Cível de Montes Claros, suspendeu a cobrança do rateio dos prejuízos de R$ 25 milhões que a Cooperativa Agropecuária Regional de Montes Claros (Coopagro) vinha fazendo desde 2008. Ele acatou a ação declaratória de inexistência de débitos apresentada por produtores rurais, que alegaram que a Coopagro estava descontando o rateio nos créditos de leite, o que configuraria confisco. A cooperativa cobrava, em média, R$ 7 mil de cada associado, para cobrir o rombo. O juiz já havia negado a liminar e, em outro processo, condenado ex-diretores da Coopagro a devolverem retiradas que fizerem, que somariam R$ 5 milhões. Ontem, o atual presidente da cooperativa, Fábio Lafetá Rebello Filho, não foi encontrado para comentar a suspensão. A cobrança foi feita por seu antecessor, Lúcio Tolentino Amaral. Na ação, os cooperados alegam que a dívida é infundada, pois a Coopagro não individualizou as perdas nem fez referência a sua origem e aos períodos de ocorrência. Alegam que a cobrança não representa rateio de perdas, mas o ressarcimento de desvios de recursos.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50254
De: Gilson Nunes Data: Sex 18/9/2009 12:04:43
Cidade: Cuiabá/MT  País: Brasil
E-mail: gnunes@cepromat.com.br
Montes claros está de parabéns pela reinauguração do Trem de Ferro. Eu já viajei muito de trem, na década de 70, época da Maria Fumaça. A segurança e o prazer é inigualável. Reencontrar os amigos, tomando uma cachacinha e comendo um tira-gosto, semc contar as modas de viloa que rolavam. E quem poderia esquecer as paqueras? Jamais em tempo algum alguém se lembra que a viagem de Trem de MOC à B.H./MOCé mais demorada em relação ao ônibus, pelo contrário, a viagem de Trem nos possibilita ver a natureza como ela é, respirar o ar fresco das paisagens, curtir as pessoas simples do cerrado e dos povoados que circundão os trilhos, proporcionando uma verdadeira terapia que não apenas distrai, mas que alimenta a alma. Por estas e outras é que, quanto mais demorada for a viagem, maior será o conforto espritiual. Quando eu for de MOC para B.H. ou vice-versa, vu matar a saudade...

(N. da Redação - Infelizmente, ainda não retornou o transporte de passageiros através do Trem do Sertão. A excelente crônica de Flávio Pinto é uma evocação lírica).
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50252
De: José Prates Data: Sex 18/9/2009 11:33:16
Cidade: RIO DE JANEIRO - RJ
PERTURBAÇÃO SONORA, CRIME DE AÇÃO PUBLICA
JOSE PRATES
Lendo o moc.com. o que fazemos quase diariamente, vimos notando nos últimos dias, a constância de mensagens alusivas ao abuso de certas organizações que promovem shows noturnos em locais inadequados, produzindo barulho que afeta moradores, tirando-lhes o sono e a tranqüilidade. Falam da Camamontes, que não conhecemos e Unimontes que deve ser Universidade de Montes Claros. Se realmente, trata-se da Universidade é um paradoxo. Está contrariando a razão porque o óbvio é não ser o alvo de reclamações como perturbadora do sossego público, mas, como instituição de ensino, deve estar do lado dos reclamantes numa questão justa como esta, pois, ao que se nos afigura a situação, a certeza da impunidade pelo descaso das autoridades municipais, fecha os ouvidos dos autores da barulheira e impedem que ouçam os reclamos insistentes dos moradores.
A Declaração Universal dos Direitos humanos começa “Considerando essencial que os direitos humanos sejam protegidos pelo Estado de Direito, para que o homem não seja compelido, como último recurso, à rebelião contra tirania e a opressão”, Esse barulho que vem das festas e “shows” promovidos pelos reclamados e que impede o sono e a tranqüilidade de parte da população, é uma agressão aos direitos humanos e fere frontalmente o artigo 24 da Declaração que garante a todas as pessoas o direito ao repouso. Essa declaração é universal e respeitada em todas as partes do mundo civilizado. No tocante ao silêncio à noite, que garante o repouso do cidadão após um dia de jornada de trabalho, cabe ao município legislar a respeito, criando lei que estabeleça regras para tal,o que geralmente fazem, com orientação da Associação Brasileira de Normas Técnicas. Mesmo não havendo uma legislação municipal que discipline a matéria, existe a lei das contravenções penais que em seu artigo 42 estabelece a perturbação sonora impedindo o sossego alheios como ilícito penal, sujeito, portanto, à penalidade de prisão de 15 dias a 6 mêses.

"Art. 42. Perturbar alguem o trabalho ou o sossego alheios:
I – com ruídos e algazarras
II - exercendo profissão incômoda ou ruidosa, em desacordo com as prescrições legais;
III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos;
IV – provocando ou não procurando impedir barulho produzido por animal de que tem a guarda
Pena – prisão simples, de quinze dias a três meses, ou multa, de duzentos mil réis a dois contos de réis “

Em se tratando de uma contravenção penal é um crime de ação penal pública, cabendo à polícia a repressão, do que não se tem noticias em Montes Claros. O clamor público através das mensagens no moc.com. é uma maneira de comunicação à policia que devia estar tomando medidas para fazer cessar o abuso. Está havendo um desrespeito ao direito do cidadão, flagrante, visível e constatado por todos. A policia tomou ciência através dos reclamos na imprensa local. Porque, então, não há uma providencia que faça cessar o abuso, com punição dos responsáveis? Será que alguém vai responder?

(José Prates é jornalista e Oficial da Marinha Mercante. Como tal percorreu os cinco continentes em 20 anos embarcado. Residiu em Montes Claros de 1945 a 1958 quando foi removido para o Rio de Janeiro onde reside com a familia. É funcionário ativo da Vale do Rio Doce, estando atualmente cedido ao Sindicato dos Oficiais da Marinha Mercante, onde é um dos diretores)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 50247
De: THAIS Data: Sex 18/9/2009 08:50:58
Cidade: ALMENARA MINAS GERAIS  País: BRASIL
Infelismente,quando abrir este site é entrei em seu mural lendo as mensagens uma mim sensibilizou mais foi sobre "acaba" com a praça de sport de Montes Claros,praça está que tenho tanta saudade de quando morava em moc,sinceramente não vejo vantagem em querer fazer um terminal de onibús lá sendo que apresentrar somente desvantagem porque é uns dos lugares de lazer para as familias montes clareses nos finais de semana,desvestir uma santo para vestir outro isso será um grande erro,Praça que já propocionou grandes shows e semanas de sport entre diversar escola,Hàaa que saudade daqueles velhos tempos da minha tão querida cidade de montes claros
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50243
De: Melo Data: Sex 18/9/2009 06:40:30
Cidade: Montes Claros
E-mail: fergiv@ig.com.br
Educadora Luciana,meu respeito e o meu lamento pelo caos em que se encontra a Educação. Minha esposa tbm é educadora e há muito tempo afirma que os pais estão terceirizando a educação dos filhos. Fato este inadmissível, pois nada substitui a educação oferecida pela família. Como os educadores não são babás de crianças mal educadas e sem limites, ficam tolhidos em vários aspectos na formação das crianças. E estas acabam ficando sem educação nenhuma, proporcionado atos de selvageria como o descrito aqui. Hoje é comum na Educação Infantil, crianças de 3 - 4 anos que cospem na professora, avançam agressivamente e elas não podem fazer nada, pois se arriscam a processos. É realmente um caos.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50241
De: Luiz Ortiga Data: Qui 17/9/2009 22:04:42
Cidade: Brasilia/DF
E-mail: luizortiga @gmail.com
Na mensagem 50181, a grande cronista Carmen Netto, uma vez mais, demonstra a sua grande sensibilidade para as coisas de Montes Claros. De muita oportunidade,num momento de graves ameaças contra o MCTC(Montes Claros Tenis Clube) a nossa Praça de Esportes.Palavras que vieram a ser um lenitivo para a "velha guarda".Muito bom,para que as autoridades do momento, vejam com mais sensibilidade e sensatez a verdadeira dimensão do significado da Praça de Espoprtes para muitos. Fica uma pergunta, por que não um movimento visando a modernização, a atualização de equipamentos básicos (aggiornamento), visando oferecer à nossa juventude tão carente, uma bela praça esportiva, de fácil acesso e com professores de educação física para orientá-los na prática de esportes vários? O Ministério dos Esportes, cheio de dinheiro, está prometendo criar 200 praças esportivas pelo Brasil. Por que não recuperar a nossa Praça de Esportes? Montes Claros precisa voltar a competir e obter boas "performances"esportivas no cenário de Minas e do Brasil como na minha geração ( natação, volei feminino e masculino, basquete masculino, futebol, etc). Basta vontade política.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50232
De: Raquel Chaves Data: Qui 17/9/2009 17:05:39
Cidade: Montes Claros
Viagem pelas ruas de Montes Claros, no 7 de Setembro

Raquel Souto Chaves

“Nessa casa bendita, onde impera de Jesus o Evangelho tão puro, vive um povo feliz que próspera e prepara da pátria o futuro, eia, pois, jovens filhas do norte, trabalhai por honrar a bandeira de um Brasil senhoril, bom e forte, a pulsar nesta terra mineira”...

Cantando o hino do Colégio Imaculada Conceição encerramos a aula de educação artística de irmã Rosita. No pátio do Colégio, dona Lígia, professora de educação física, nos aguarda para o derradeiro ensaio da “Parada do 7 de Setembro”.
São 7 horas da manhã.
Acordo, tomo uma boa ducha. O uniforme de gala, engomado e bem passado por Regina de vó Ninha, dependurado na porta, alerta para o horário. Cuidadosamente, começo a vestir a farda branca e azul marinho. A meia ¾, o par de luvas e a boína foram encomendados de Belo Horizonte, por minha.mãe. A saia de tergal azul marinho, plissada por Tiana Vasconcelos, mãe de Estefânia, está linda. A gola de marinheiro, azul arrematada com sutacho branco, e a blusa branca de mangas longas, feitas por Zulma Barbosa, caíram como uma luva. O sapato preto, de verniz, meu pai comprou na Andréa Calçados, de Ruy Pinto . Perfumada, de cabelos escovados, de espírito patriótico, chego ao Colégio a tempo de responder a chamada. A disposição na fila para o desfile é por ordem de tamanho. Os pelotões, este ano, estão impecáveis.
Na frente, Mêra, Margarete Braga e Mariza Nobre, com as bandeiras do Brasil, de Minas e de Montes Claros, estão prontas para puxar o desfile. Graycinha, de Grayce Vieira, Maria José Maldonado, de Mary, Mônica, de Miguelzim, Maria Luíza, de Dedeto e Lucizinha, Márcia, de João Barrigudo, Eneida e Neila, de Dr. Simeão e dona Terezinha, Sônia de Bié e dona Anita, Marcinha, de Dr. Lorenzo, Carlina e Regina, de Maria Clara Leal, Luciana, de Dr. António Augusto Athayde, Andréa, de Roberto e Cleonice Laungton, Mônica Versiani, Joyce, de tia Rosalva e tio Zé Estevam, Jane, de Lagoa dos Patos, kênia Medeiros, Tânia, de Zulma, Olga Maria e Danuza, de tia Amélia e tio Zé Souto, Raquel, de seu Lineu e dona Cristina Vasconcelos, Jane e Maria Helena Loyola, Isabel, de dona Julieta, Clarete, de seu Wilson e dona Duduca, Lídia, Isabela e Taís, de dona Agmar, Vanessa, de Dr .Dílson e dona Edna Godinho, Simone e Evana, de Edílson e Aparecida Brandão, Ivana, Maria Clara e Cláudia, de Marília e Roberto Rebello e eu - separando os pelotões -, formamos o maior e o mais organizado deles. O apito estridente de dona Ligia avisa que o desfile vai começar.
A fanfarra, composta por alunas dos cursos de Secretariado e Magistério, está afinadíssima este ano. Descendo a Avenida Mestra Fininha, os alunos do Colégio Dulce Sarmento, coordenados por Marcelino Paz do Nascimento, dão um show de afinamento. Félix Richard, mestre de cerimônias no alto do palanque oficial, armado defronte à Prefeitura na Avenida Coronel Prates, anuncia a abertura da Semana da Pátria pelo prefeito Toninho Rebello.

Depois de longo discurso, ouvimos a execução do Hino Nacional pela Banda do Décimo Batalhão. A cerimônia prossegue com os Grupos escolares e Colégios sendo anunciados por ordem alfabética. Primeiro, os grupos - Grupo Escolar António Gonçalves Chaves, Grupo Escolar Deolinda Ribeiro (Eduardo, meu irmão, desfila vestido de príncipe, encenando a história da Independência do Brasil), Grupo Escolar Dom João António Pimenta, Grupo Escolar Francisco Sá , Grupo escolar Vidinha Pires ... Em seguida, os colégios: Abgar Renault, CB Moc, Escola Normal, Imaculada Conceição, Polivalente, São José (Marista), São Norberto (do Padre Murta. Lay, o terceiro lá de casa toca bumbo na fanfarra) e Tiradentes, da Polícia Militar.
Encerrando a parada, o Exército Brasileiro marcha com força.

Nós, crianças e adolescentes, seguimos marchando. Na esperança de realmente sentirmos o Brasil, algum dia, transformar-se num lugar bom e feliz. ”Pátria amada, Brasil “.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50231
De: Juliet Data: Qui 17/9/2009 17:00:53
Cidade: Montes Claros
E-mail: luk_ou@yahoo.com.br
Lendo nesse maravilhoso espaço democrático promovido pelo montesclaros.com acerca da educação no Brasil, gostaria de fazer algumas considerações:
O papel do professor praticamente foi extinto,não há mais respeito pelo profissional e pelo semelhante, isso ficou para trás, até a década de 80 ainda eram cultivados esses valores.
Atualmente existe tanta podridão dentro dos educandários que não da sequer, para mencioná-los, e até por questões éticas devemos ficar calados.O fato é que estamos mergulhados num verdadeiro mar de lama das m ais podres, infelizmente.
O aluno hoje é quem determina o que se deve fazer numa escola. Os pais,principalmente da rede pública não acompanham seus filhos, só vão à escola o dia que tem uma festa comemorativa e o dia que precisa pegar a folha de frequência do filho para receber o auxilio escola,- auxílio esse que discordo totalmente do governo que oferece um auxílio por oferecer, com uma única exigênci: - a de que o aluno frequente as aulas, esse aluno não precisa passar de ano, não precisa ter bom comportamento, não precisa ter nem cadernos, basta que ele vá a escola e fique por lá quebrando os vidros da escola, destruindo as carteiras, os banheiros, rasgando os livros e cadernos que o governo manda tudo de "gratis",basta que esse aluno saia de sua casa todos os dias e vá à escola infernizar todo o ambiente para receber a tal auxilio. A família desse aluno não quer nem saber se o sujeito está ou não estudando, quer mais é receber o bolsa escola, e ai do "filho desgraçado" (sim, é assim mesmo que algumas mães se referem aos seus desgraçados filhos)se ele constar alguma falta que vá atrapalhar receber o bendito auxilio.
O aluno não pode receber advertências porque o conselho tutelar nunca ouviu os dois lados, é apenas o aluno que tem direitos, o aluno tem o direito de bater no professor, de chamá-lo de inimagináveis palavrões, de mandar tomar em todos os .... e os professores não podem sequer dirigir uma palavra mais áspera a um aluno,ai a briga é ferrenha, junta a família,o conselho tutelar, a secretaria de educação, a justiça e dão o veredicto final: - o aluno tem razão,sempre.
E o professor tem que voltar para a sala de aula com rabinho entre as pernas e a cabeça baixa. Pensam que isso é muito? - Não, isso não representa quase nada do que acontece nos turvos ares da educação.
Os sapos que engolimos são grandes demais, aliás,engolimos gias.
E calados!!! sem uma palavra,calados!!Montes Claros com.por favor,publique, quem sabe alguns pais tomem tenência e eduquem melhor seus filhos.
Obrigada montesclaros,com,admiro muito essa iniciativa de voces pelo espaço tão bom.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50215
De: Aracy Data: Qui 17/9/2009 12:34:30
Cidade: Brasília DF
Aqui em Brasília, escândalo sobre escândalo, suprpresa sobre surpresa. Até o bom senador Suplicy, de cuja candura ninguém duvida, está agora em lençóis não confortáveis.
A mesa do Senado decidiu denunciá-lo e pedir uma investigação sobre pernoite que Suplicy teria autorizado a 15 manifestantes Pró-Cesare Battisti, o terrorista que a Itália quer de volta. Os engajados na absolvição dormiram em seu gabinete na véspera do julgamento pelo Supremo.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50214
De: Santos Data: Qui 17/9/2009 12:18:55
Cidade: M. Claros
O prejuizo do último carnamontes, chamado também de inferno-montes ou farra-montes, subiu aos 210 mil reais. Não é a primeira vez que o uso da via pública para satisfação de lucros privados dá prejuízo, sem falar na rebelião de grande parte da cidade que é impedida de dormir para que alguns...tomem prejuízo, violando as leis. ( Esta informação confronta notas plantadas em colunas sociais falando que o carnaval é estrondoso sucesso. Nem carnaval é).
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50212
De: Irma Data: Qui 17/9/2009 11:31:06
Cidade: Montes Claros
Olha Flávio,enquanto lia a mensagem de no. 50171 me beliscava para ver se estava dormindo ou acordada.Cheguei a ficar chateada por não ter estado presente a um evento tão grandioso como este a que você se refere.
Tudo parecia muito real.Só me dei conta de que era somente um sonho, quando referiu-se à presença ao Grande Nivaldo Maciel e outros tantos importantes da nossa música e que já se foram.QUE SAUDADE!!!
Seria tão bom se fosse real...!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 50209
De: Rodrigo Data: Qui 17/9/2009 11:09:50
Cidade: Montes Claros
(...) Recebo a nóticia de destruição da Praça de Esportes, a fim de que se torne um estacionamento, com imensa surpresa e medo.
Estou aqui pensando: derrubar aquelas árvores imensas? E aquele mundo de pássaros que nos fazem esquecer que estamos numa cidade de pedra? E os saguis, popularmente conhecidos como "soins"?
Em uma época em que a defesa do meio ambiente é considerada obrigação de todos, época em que o aumento das chamadas àreas verdes é indispensável, agente recebe a notícia de que uma das poucas áreas verdes de nossa Montes Claros poderá se tornar estacionamento. A a iniciativa é da Administração Pública.
Já estou pensando: "Será que há alguma idéia tão inteligente assim também para o Sapucaia?"
Além desse absurdo, agente percebe a completa falta de competência e preparo daqueles que, atualmente, "cuidam" do setor de meio ambiente de nosso município.
Outrora víamos distribuição de mudas, palestras em escolas, creches e faculdades, campanhas e trabalhos desenvolvidos na zona rural, tudo feito por profissionais que, acima de tudo, eram ambientalistas, eram responsáveis e preocupados com a questão ambiental não só de nossa cidade, mas de toda a nossa região.
E hoje? O que vemos? Alguém pode descrever a situação de nossas praças? Projetos ambientais desenvolvidos? Arborização? Fiscalização? Não, meus caros. Infelizmente, o que vemos são notícias de que um núcleo verde, com árvores imensas, abrigo de inúmeras aves e saguis, para exemplificar, poderá se tornar um monte de concreto.
Sinceramente, não consigo vislumbrar como alguém pode ter tido uma idéia com tamanha falta de inteligência e vergonha.
Desde já, gostaria de registrar e chamar a quem interessar, que muita gente não ficará parada caso essa idéia estúpida começe a ganhar forma. Grupos de defesa do meio ambiente, ambientalistas, protetores dos animais, moradores, apreciadores, e qualquer pessoa de inteligência mediana, vamos todos defender nosso direito ao verde e à qualidade de vida. Aliás, vamos defender o direito à vida. Apesar de alguns órgãos e insituições relacionadas ao meio ambiente terem predido nossa confiança devido aos famosos conchavos políticos, creio que alguns ainda gozam de credibilidade, como o Ministério Público. Vamos esperar. A partir do menor sinal de delírio por parte da Administração Pública municipal, com certeza a resposta virá forte.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50208
De: Aniele Data: Qui 17/9/2009 10:56:22
Cidade: Montes Claros - MG
É complicado aceitar que se for verídico que estão querendo acabar com a Praça de Esportes.É um dos locais que agente ainda consegue ver (como muitos já disseram aqui) o pulmão verde da cidade.Ah, se MOC tivesse pelo menos a metade do espaço natural maravilhoso que tem em Belo Horizonte,com certeza seríamos muito mais felizes pois teríamos um clima mais fresco (já que um local mais arborizado a temperatura ambiente é muito mais agradável),fora que seríamos tmb privilegiados com um ar mais puro pra gente respirar.Agora fica MOC "banhada" numa temperatura infernal de quase 40 graus onde vc nao suporta ficar nem dentro de casa de tanto calor,agente vive agitado,estressado,aborrecido por causa desse quenturão e agora querem acabar com um dos pulmões verdes da cidade?É f... isso!Se toda a nossa cidade fosse arborizada como nos bairros Morada do Sol e Morada do Parque,por exemplo,ae eu já ficaria mais contente.Espero q esse boato da praça de esportes ae, seja realmente só um boato!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50205
De: Mariana Data: Qui 17/9/2009 10:39:31
Cidade: Boston  País: EUA
Em resposta a mensagem de Carmen Netto, belissimas lembranças você nos trouxe. Tenho muita saudade dos anos vividos em Montes Claros. O MCTC estará para sempre em nossa memória.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50203
De: Malu Almeida Data: Qui 17/9/2009 10:30:49
Cidade: Moc
O problema atual é que os pais simplesmente largaram nas mãos das escolas a educacao dos seus filhos, eles querem responsabilizar as escolas pela falta de educacao deles. Eu jamais faria gestos obcenos e falaria palavroes simplesmente porque nao tem um professor perto de mim mas porque esta nao foi a educacao dada por meus pais. Precisamos repensar as responsabilidades de cada um.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50202
De: Silmar de Almeida (Bilisquete) Data: Qui 17/9/2009 10:17:54
Cidade: SAO JOAO DEL REI
Mary (Mensagem N° 50127) Li sua mensagem e fiquei lembrando aquela viagem de trem em que fomos para Sete Lagoas. Foram dias inesquecíveis com certeza. Lembro de todos brincando de pique esconde pelo meio da estrada quando o trem estragou. ô lembranças maravilhosas. Grande abraço para você.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50199
De: Adalberto Prates Data: Qui 17/9/2009 09:57:48
Cidade: Montes Claros MG
Em resposta ao Júnior, mensagem 50192. Júnior, apesar da Expomontes ser feita num local apropriado para a exposição, na época, muitas pessas reclamaram do barulho aqui no Mural. Agora, o Carnamontes, além de atrapalhar o sono, e a vida de muita gente, trava uma grande via de acesso aos bairros em Montes Claros. Imagine se você tivesse um filho recém nascido, e morasse próximo ao Carnamontes, como você faria pra conseguir seu filho dormir com o barulho? Então...
Obrigado.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50198
De: Antônio Eustáquio Freitas Tolentino Data: Qui 17/9/2009 09:57:28
Cidade: Montes Claros (MG)
O desabafo da educadora Luciana nos leva a uma triste constatação: a escola atual não está conseguindo transmitir e complementar a educação básica dos seus alunos, tais como o respeito aos seus semelhantes, a solidariedade, a civilidade, a humildade e a ética. Hoje em dia os alunos tem toda a liberdade, jamais imaginada, sem controle, deixando os professores totalmente desamparados, sem poder de coibir atitudes hostis e inconvenientes. Há que se repensar rapidamente esta anomalia, corrigindo o rumo do ensino nas escolas e devolvendo a autoridade aos professores e profissionais da educação.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50197
De: Sara Data: Qui 17/9/2009 09:56:52
Cidade: M. Claros
Soube através de um técnico que presta serviços para a empresa: uma das companhias de telefone celular em M. Claros deve ativar, nos próximos dias, o próprio sistema que permitirá a melhoria dos serviços, dispensando a intermediação da empresa de telefonia fixa. Com isto, espera melhorar o sinal dos telefones celulares e, de quebra, melhorar o acesso à internet banda larga. Aqui, quero chegar. Este serviço de acesso à internet, atualmente servido em Montes Claros apenas por duas empresas, é muito deficiente. E é absurdamente caro. Os clientes pagam muito para receber quase nada. Vendem o acesso como banda larga, mas a conexão, em alguns horário, é quase a mesma do rudimentar acesso por telefone discado. O pior é que nenhuma voz se levanta em defesa da população. Já ouviram algum comentário de algum político, de qualquer nível, seja deputado, vereador, ou coisa parecida? Nada. O silêncio deles é mortal.(...)Quem sabe agora, com a melhoria confidenciada pelo técnico, haja efetiva melhora numa das empresas, o que levará aos benefícios da concorrência. Pois, como está, o serviço de telefonia celular em nossa cidade se assemelha ao serviço público, nos seus piores momentos. Sem falar no péssimo atendimento das companhias. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:





Mensagem N° 50196
De: Mêra Chaves Data: Qui 17/9/2009 09:49:45
Cidade: Montes Claros
Quando criança, fiz memoráveis viagens de trem com o meu querido pai,minha saudosa mãe, e meus irmãos. Sempre que havia apresentação circense em Belo Horizonte, papai nos levava, e levava de trem, pois a alegria seria maior. Em 1996, quando foi anunciado que o trem de passageiros não mais iria circular, reuni meus irmãos e sobrinhos - que não haviam feito tão maravilhosa viagem - e rumamos para o Quem-Quem, onde meu sogro tinha fazenda. As tres horas de viagem foram curtas para a garotada, que ficou extasiada. Muita farofa, sanduíche e refrigerante foram levados. Havia poucos passageiros, portanto a criançada pôde circular bem dentro do trem e conhecer todos os repartimentos. Foi fantástico! A emoção toma conta de mim ao saber que o trem de passageiro voltará a circular. Desta vez, reunirei todos, incluindo agora o meu neto, para fazermos belíssimas viagens.E viva o trem de passageiros!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50192
De: Júnior Data: Qui 17/9/2009 08:58:18
Cidade: montes claros
Pô dizer a vcs que estão se manifestando contra o carnamontes,que pq vcs reclamam so de carnamontes?e o expomontes ql a diferença entra ambos?Ninguem é igual então s vcs curtem outros estilos nessas hrs d ir ao parque ou coisa do tipo vcs ñ reclamam o mesmo deve fazer qndo há carnamontes ficam de boa e deixam qm quiser curtir fazer sua festa,esse barulho ñ atrapalha ninguem.Agora ta com insonia problema é seus !!!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50189
De: Gersier Data: Qui 17/9/2009 08:46:50
Cidade: Montes Claros
Motoristas,cuidado com as novas boca de lobo que estão sendo instaladas na cidade.Apesar da aparência,são frágeis.Na Rua Correa Machado,próximo ao Centro Regional de Saúde,ja vi carros serem danificados ao estacionar porque as mesmas não resistiram ao peso dos mesmos e olha que foram carros pequenos,imagine os de maior porte.Até ontem à tarde continuavam lá sem reparos podendo inclusive causar acidentes graves aos pedestres menos avisados.Naquele trecho passam muitos adolescentes que estudam nas escolas Plínio Ribeiro(Escola Normal) e Alcides Carvalho(Polivalente).
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50188
De: Marden Data: Qui 17/9/2009 08:42:26
Cidade: montes claros  País: brasil
E-mail: mardenbarros@hotmail.com
O mundo inteiro querendo cada vez mais áreas verdes em suas cidades e montes claros quer acabar com a praça de esportes?Será verdade isto?porque não fazem este terminal na praça Doutor carlos que já foi destruída?Já desarborizaram ela inteira e destruiram tudo que era verde alí e ainda vão fazer isto com a praça de esportes?
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50187
De: walter santos Data: Qui 17/9/2009 08:38:48
Cidade: montes claros
pois é luciana e oliveira,a que ponto chegamos; quando estudava, minhas professoras eram instruídas pelos meus pais para, caso fizesse algo de errado na escola, deveria ser castigado, inslusive já levei "cascudos" das professoras, das quais tenho muita saudade...não poderia jamais desrespeitar um professor, profissional este que, conforme propaganda veiculada, em vários países desenvolvidos foram feitas pesquisas perguntando qual o profissional mais importante para o desenvolvimento de um povo e, conseguentemente, de um país:a grande maioria respondeu sem pestanejar que era o professor; que antes era a segunda família na educação, hoje, não temos educação (de berço) nem na primeira...e olha o resultado aí!!!!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50185
De: Jornal O Tempo Data: Qui 17/9/2009 08:17:21
Cidade: Belo Horizonte
Produtores querem Estado fora do Jaíba - Irrigantes criticam IEF e acusam órgão de criar clima de guerra no Norte - Helenice Laguardia - Esgotados pela burocracia, multas, falta de assistência, sucateamento das estruturas e perda de credibilidade da Ruralminas, Copasa, Cemig e Instituto Estadual de Florestas (IEF), órgãos do governo do Estado de Minas Gerais, os produtores querem que o Projeto Jaíba, no Norte de Minas Gerais, passe a ser administrado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), órgão federal que já controla 70% das áreas agricultáveis.
O diretor do Distrito de Irrigação do Jaíba II, Eduardo César Rebelo, afirmou ontem que o órgão ligado diretamente ao governo federal tem mais condições de gerir o projeto. "A Codevasf tem mais capacidade de resolver os problemas dos produtores. O Estado de Minas Gerais deixou degenerar o projeto Jaíba e instalou um clima de guerra aqui na região", criticou.
Para que os produtores possam expor suas decepções com o governo estadual, Eduardo Rebelo vai enviar carta (veja texto ao lado), em nome dos produtores, pedindo ao governador Aécio Neves que interceda junto à Assembleia Legislativa para que seja organizada audiência pública para definir um processo de federalização do Jaíba.
"Hoje estamos numa situação de total insegurança, as terras estão sendo abandonadas por produtores que temem ser presos e não possuem recursos para se defender da máquina burocrática do Estado", explicou Rebelo.
Na carta, Eduardo Rebelo, que representa cerca de 70 irrigantes da etapa II do Projeto Jaíba, explica que "com o IEF nunca se encontrará um clima de respeito ao produtor, mas tão somente de conflito".
Ele reclama das multas distribuídas aos produtores e alega que falta defesa administrativa para eles, o que gerou prejuízos de ordem moral aos mesmos. "O IEF não é órgão que possa conduzir um diálogo saudável e construtivo. Também encontra-se destituído de credibilidade e de filosofia voltada à sustentabilidade", disse.
Eduardo Rebelo também é diretor executivo da Ibá Agroindustrial, empresa com 2.000 hectares no projeto Jaíba II que, devido à burocracia ambiental, está produzindo culturas diversas em apenas 420 hectares. "Tudo já era para estar implantado, tenho pivô de irrigação comprado para colocar em área de 75 hectares que custou R$ 260 mil e está parado", reclamou. Ele também reclama do rigor e valor das multas aplicadas.
A Ibá Agroindustrial gera mais de 300 empregos em 250 hectares de lavouras de café que vão produzir, este ano, a primeira safra de 1.500 sacas do café arábica, destinadas ao mercado consumidor da Alemanha. A propriedade tem outros 120 hectares de cana de açúcar, mas o projeto é de produzir 1.000 hectares do produto. Outros 50 hectares da Ibá Agroindustrial são voltados para a cultura de pimentão, que também é exportado para a Alemanha.
Reunião frustra investidores - Um estado de desânimo e decepção com o Projeto Jaíba se abateu nos produtores no último dia 15, quando representantes dos governos estadual e federal se reuniram com o setor produtivo da região em Mocambinho, a 10 km de Jaíba. Todos esperavam a liberação para plantio das áreas embargadas e sob alvo de rigorosas multas aplicadas pelo IEF.
Esperavam também a isenção de pagamento das taxas da Copasa sobre terras inativas, o que também não aconteceu. A expectativa era obter a garantia do governo do Estado da agilidade na liberação das licenças ambientais, mas o otimismo dos produtores se esgotou.
Mas, segundo os produtores, a proposta levada pelos representantes do governo do Estado se resumiu à criação de um decreto lei para reconhecer a área do Jaíba como de utilidade pública, o que, pela lei da Mata Atlântica, liberaria a supressão vegetal e, assim, a área para plantio. (HL)
Codevasf toca projetos de desenvolvimento regional - O Norte de Minas Gerais é um dos sete polos de desenvolvimento nos quais a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) atua. Na região, o órgão trabalha nos perímetros de irrigação do Jaíba, Lagoa Grande, Pirapora e Gorutuba, num total de 27.140 hectares. Somente no Jaíba são 19.080 hectares.
Os outros polos são Guanambi, Formoso/Correntinha, Barreiras e Irecê, na Bahia, Juazeiro/Petrolina, na divisa da Bahia com Pernambuco, e Baixo São Francisco, entre Alagoas e Sergipe.
A Codevasf é um órgão do ao Ministério da Integração Nacional que trabalha com foco no desenvolvimento regional dos vales do São Francisco e do Parnaíba, com ações planejadas. (Da Redação)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50184
De: Jornal O Tempo Data: Qui 17/9/2009 08:14:24
Cidade: Belo Horizonte
IEF aplica multa de R$ 48.850 por hectare no Norte de Minas - Atuação aplicada em 2008 contra fazenda tem valor de R$ 1,7 milhão - Helenice Laguardia - Durante a reunião de anteontem em Mocambinho, causou surpresa aos produtores um jornal distribuído por funcionários do Instituto Estadual de Florestas (IEF) que, entre outras coisas, informava que o valor máximo da multa cobrada pelo instituto é de R$ 2.700 por hectare.
Isso porque, na prática, o instituto tem aplicado multas que chegam a R$ cerca de 50 mil o hectare. Este foi o caso da fazenda Terra Nostra (veja quadro ao lado) que foi multada pelo órgão em R$ 1,7 milhão, em uma área total de pouco mais de 34 hectares, ou seja, R$ 48.850 por hectare.
O valor representa 50 vezes o preço da terra e ainda leva o proprietário, acusado de retirada da cobertura vegetal sem prévia autorização do IEF, a responder um processo criminal na Justiça comum.
O caso refere-se ao lote 2.329 da etapa II do Jaíba, que recebeu quatro autuações de R$ 425 mil para cada um dos representantes da fazenda Terra Nostra. Isto aconteceu num mesmo dia, em 12 de dezembro de 2008, e todas as multas pelo mesmo motivo.
"Não tenho como pagar", desabafou o empreiteiro contratado da fazenda, Aleci Moreira de Souza, um dos quatro autuados pelo instituto.
Por conta disso, a Associação dos Produtores de Jaíba decidiu entrar com ação criminal contra o ex-diretor do IEF Humberto Candeias e o secretário de Estado de Meio Ambiente, José Carlos Carvalho, com base no principio jurídico de "excesso de exação".
Segundo os produtores, diversas bancas de advocacia de Montes Claros e região avaliam farta documentação levantada por eles, que comprova não só os meios arbitrários utilizados pelo órgão, mas também a ausência do direito de defesa administrativa antes mesmo de o IEF denunciá-los ao Ministério Público.
Os produtores também estudam outras ações contra o Estado de Minas Gerais por danos materiais e financeiros. .
O que diz a lei - O tipo penal do artigo 316 inciso 1º do Código Penal, foi inserido pela lei 8137/90.
O texto consagra o excesso de exação (cobrança rigorosa de dívida ou de impostos)
E diz: se o funcionário exige tributo ou contribuição social que sabe ou deveria saber indevido, ou, quando devido, emprega na cobrança meio vexatório ou gravoso, que a lei não autoriza; a penalidade prevista é reclusão, de três a oito anos, e multa
Com a complementação do parágrafo segundo: se o funcionário desvia, em proveito próprio ou de outrem, o que recebeu indevidamente para recolher aos cofres públicos, a penalidade é de reclusão, no período entre dois e 12 anos, e multa
Jornal apócrifo é distribuído em reunião - A distribuição de jornal apócrifo feita por pessoas ligadas ao IEF durante a reunião em Mocambinho foi recebida pelos produtores como um indício de campanha eleitoral extemporânea. Alguns deles acreditam que o informativo foi feito com recursos dos órgãos do Estado.
Distribuídos aos milhares em Minas Gerais em caminhonetes do IEF, com o uso dos servidores do órgão, o jornal assinado pelo "Movimento em Defesa do Norte de Minas" não possuía identificação de jornalista responsável, gráfica ou endereço da empresa que o confeccionou.
O jornal, feito em um papel AP 63 gramas e colorido, é bem mais caro que o papel jornal utilizado na maioria de publicações. O informativo exalta a atuação do governo do Estado junto ao setor agrícola e na área ambiental, mas gerou constrangimento aos produtores.
As medidas tomadas em favor do Projeto Jaíba são descritas, no jornalzinho, como ações de largo alcance. Os números da publicação, porém, não refletem a realidade nos valores das multas aplicadas aos produtores, que são bem maiores.
O material recolhido será encaminhado por associações e sindicatos do Norte de Minas ao Tribunal Regional Eleitoral com pedido de apuração dos responsáveis e da origem da verba utilizada para a confecção do jornal. (HL)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50182
De: Silva Data: Qua 16/9/2009 23:27:06
Cidade: Três Marias  País: Brasil
Com tantas notícias de violência ocorrendo em Montes Claros, dá medo em pensar em voltar na nossa amada princesinha do Norte. Com a integraçao regional das notícias da região do norte de Minas via (...) tv, a população de Três Marias tomou horror pelo Jornal (...), preferindo a retransmissão do sinal de BH que não é mais enviado. Montes Claros está se tornando uma cidade inviável pelo aumento do desemprego e consequentemente da violência. Também já tive o desprazer ser atormentado pelo "Carnamontes" que não agrega valor cultural para a região. É só observar os frutos! É preciso repensar o desenvolvimento sócio-cultural e industrial do Norte de Minas e da nossa amada Montes Claros.Chega de Sofrimento!!
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50181
De: Carmen Netto Data: Qua 16/9/2009 23:00:52
Cidade: Bhte
Montes Claros Tênis Clube

Quando as férias chegavam era uma festa só. Alegria por todos os lados, encontros, reencontros, horas dançantes. E, no meio de tantos eventos, havia um local onde a mocidade daquela época se encontrava: “ A Praça de Esportes”.
O Montes Claros Tênis Clube, que de Tênis mesmo só o nome, pois apenas alguns gatos pingados freqüentavam a quadra deste esporte!
O forte era a piscina onde “Seu” Marino e Francisco de Oliveira, o famoso “Sabú”, ensinavam natação e de onde saíram muitos campeões!
“Sabú” era sósia de um ator indiano do mesmo nome e que fazia grande sucesso em filmes que tinham como cenário a “jungle” indiana.
“Sabú” era enérgico, disciplinado, e ai de quem não fizesse a respiração e os movimentos de pernas e braços sincronizados. Só liberava os alunos para brincar, após o treinamento na raia, onde nadávamos batendo tábua.
Naquela época havia o horário feminino de 15h às 16h, e o masculino após as 16h.
Não se podia nadar juntos, a repressão e a discriminação é de longa data.
Dona Olegária, uma doçura de pessoa, era a encarregada do vestuário feminino. Chegávamos esbaforidas, pois só tínhamos uma hora para nadar.
Ela nos entregava os cabides para colocar as roupas e era a paciência e a bondade personificada.
Tratava a todos nós com muito carinho, era mesmo uma mãezona.
Assim que começava a aula, músicas das grandes bandas americanas, Glenn Miller, Benny Goodman, Tommy Dorsey, atacavam de “Night and Day”, “I only have eyes for you”, Begin the beginning”, “Summertime”.
Sentíamo-nos como a própria “Esther Williams”, a maioria usando maiôs bem comportados, as mais corajosas pulando do trampolim e causando inveja àquelas que não conseguiam fazê-lo.
Por falar em maiôs, não se pode esquecer um fato que revolucionou o horário feminino, o masculino e até a cidade. Naqueles idos, os maiôs “catalina” eram o “must do must”. De lycra, cores lindas, mas raramente apareciam por nossa Montes Claros. Quando chegavam a acontecer eram de moças visitantes, que residiam em Belo Horizonte ou no Rio de Janeiro, mesmo assim, maiôs de corpo inteiro e muito caros, pois o legítimo era importado. Pois não é que Mary Pimenta foi passear no Rio de Janeiro e voltou com uma novidade que correu a cidade dos “Morrinhos” aos ”Santos Reis”, do “Roxo Verde” ao “Alto de São João”. Ela comprou um maiô duas peças de malha vermelha, enfeitado com listinhas brancas. Era lindo! E, o mais sensacional: eram duas peças.
Causou o maior sucesso!
E ela desfilava ao redor da piscina cheia de si, enquanto o restante de nós, morria de inveja, pois nossos maiôs de algodão eram feitos em casa pelas mãos habilidosas de nossas mães.
Não se sabe como, um comerciante, muito estimado na cidade, ficou sabendo do alvoroço causado pelo inocente maiô de duas peças e levou o fato ao conhecimento de “Seu” Messias Pimenta de quem era muito amigo, para as devidas providências; que aliás não foram tão drásticas assim, pois Mary continuou, feliz da vida, a nadar com o maiô vermelho, objeto do desejo de toda adolescente da época.
Mas uma coisa ela conseguiu: abriu as portas para que também todas nós, suas amigas, conseguíssemos convencer nossas mães de fazer maiôs iguais para nós.
E foi assim que o maiô duas peças estreou em Montes Claros.
Às 16h soava o apito e estava encerrado o horário feminino; algumas mais afoitas desafiavam e continuavam a nadar, até que eram admoestadas pessoalmente por “Sabú” e saíam da piscina.
E a tarde continuava com o jogo de Ping-Pong onde moças e rapazes flertavam, conversavam, e onde muitos namoros começaram.
Como a vida era simples sem o consumo exagerado de hoje e, como éramos felizes com tão pouco.
Hoje, aquela geração já se dispersou; alguns morreram, outros mudaram da cidade, mas a lembrança do Montes Claros Tênis Clube está intacta, tão presente, tão viva quando se escuta “I only have eyes for you”, porque como disse a poeta maior Adélia Prado “o que a memória amou fica eterno”.

Carmem Netto Victória
Belo Horizonte, Junho de 2000.

Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50180
De: Carmen.netto Data: Qua 16/9/2009 22:54:56
Cidade: Bhte
Para Luís Ortiga: Sua mensagem50158 me transportou para a nossa inesquecível Praça de Esportes. Só quem vivênciou aqueles tempos dourados,sabe da importância dela em nossas vidas. Como agradecimento envio a crônica"Montes Claros Tênis Clube" escrita e publicada em 2000 no Jornal do Norte.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50179
De: Alair Data: Qua 16/9/2009 22:24:59
Cidade: M. Claros
O desprezo pela lei em M. Claros já não tem pudor. Acabo de saber que grupos pagodeiros rondam bairros residenciais procurando lotes para fazer suas apresentações, permanentes. A lei não permite, mas a secretaria do 1/2 ambiente praticamente esfarinhou-se nesses 9 primeiros meses do ano. Haverá recuperaçãol?? Aguardamos que os promotores públicos tomem a defesa da população e façam valer as leis. A qualquer momento, pode acontecer uma tragédia na cidade em função da escalada do barulho, em todas as direções, de todas as formas. (...)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50173
De: Luciana Data: Qua 16/9/2009 17:01:53
Cidade: Montes Claros
Desculpe-me, não quis aborrecê-lo.Acredito que havia sim um professor dentro do coletivo, mas este não é respeitado pelos alunos.Um professor numa situação em que se encontravam essas crianças,não consegue segurar uma turma sozinho,já fui várias vezes acompanhado esses passeios,é um "terror", este é o termo adequado,certamente o profissional que estava com eles estava lá dentro com os batimentos cardíacos no limite.Eu admiro a educação que o Sr recebeu, está ai um excelente exemplo para as atuais famílias.Também tive a mesma educação que a sua,mas nossos pais tinham outra visão de mundo,visão esta que nos repassou e estamos passando para nossos filhos.Sabe Sr. Oliveira, me angustio muito quando vejo certas coisas acontecendo dentro das escolas, um ambiente que deveria ser de total respeito hoje virou um local de criminalidade, trabalhamos com medo, apreensivos e estressados.A juventude hoje enxerga o professor como uma pessoa ridícula que quer lhe ensinar "o que ele já está cansado de saber", é isso que ouvimos todos os dias nas salas de aula.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50172
De: montesclaros.com Data: Qua 16/9/2009 16:57:05
Cidade: M. Claros
As notícias de conteúdo policial publicadas por este site rotineiramente têm como fonte primária a sinopse fornecida pela PM.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50171
De: Flavio Pinto Data: Qua 16/9/2009 16:48:09
Cidade: BH
Olha só a boniteza (pura poesia de raiz)desta montagem, com fotografias antigas do acervo do Montes Claros.com. (e outra inéditas) na bonita voz de Elcio Lucas, grande cantor e compositor deste norte querido, nosso amigo de sempre da música e bons papos literários.
Ele e o Grupo Raízes arrasam, dando muita saudade..
En passant, Elcinho canta também numa crônica minha antiga ( com o mesmo nome. Está por aí, arquivada) que tem a letra completa desta maravilhosa “De trem pra Montes Claros” , que faz a gente até voltar no tempo que já não volta mais.
Como diz Ucho , você e os catopês:
“Aúi” meus companheiros !!

DE TREM PARA MONTES CLAROS
Flavio Pinto

Ontem à noite, na Praça da Estação, foi dia de grande festa na cidade: comemoração da volta do Trem de Ferro para Montes Claros. Como antes, de e para Belo Horizonte com direito à baldeação em Corinto, caso o cidadão queira ir para Pirapora ou Diamantina, onde também fizeram muita festa. A velha estação de embarque foi reconstruída igualzinha à original do século passado, apenas acrescentada, em seu interior, de alguma modernidade, necessária à navegação férrea atual, disseram-me. Infelizmente, lamento dizer, aposentaram a Maria Fumaça (foi a nota triste da noite). No prédio reconstruído: um moderno teatro para cem pessoas, um restaurante de comida mineira e um boteco com um balcão de aroeira de cinco metros de comprimento (cheio de rolos de fumo em cima), que vende de tudo, desde farinha de Morro Alto, passando por feijão andu e carne de sol, até pequi congelado (de quando é fora de época) para turistas e locais. E pinga, nem precisa falar. Tem de todas. Desde a curraleira especial de 2 pratas o litro a aquelas de mais de cinqüenta contos a garrafa. Para todos os gostos e bolso. Com um pequeno tablado no fundo para futuras cantorias. Não houve discurso de políticos, apesar de alguma pressão para tal (habilmente alguém lhes sugeriu que fizessem apenas parte do vocal). Aceitaram, mesmo meio desafinados. Houve sim, um grande show, comandado por Eduardo Lima (Goiabão), que veio especialmente de BH, com transmissão direta da nossa 98 FM (Montesclaros.com), onde se apresentaram quase todos os cantadores da cidade, famosos ou não, cada um cantando uma música sua ou do cancioneiro norte-mineiro. Apresentaram-se lá: Nivaldo Maciel, Clarice e os filhos de Benedito Maciel com o Grupo de Serestas João Chaves, mais Tino Gomes, Cori Gonzaga, Elcio Lucas, Beto, Patão, Gabriel e Ian Guedes, Aramis, Boteco e Tilpas, Ewanyzinho Borges, Zé Arlen, Marcelo Godoy, Bala Doce, Tico Lopes, e outros, cujos nomes não foram fornecidos à reportagem, mas que também cantaram bem demais. Foi um show maravilhoso de muita emoção, principalmente no final, quando Eduardo Lima puxou a linda música “De Trem Pra Montes Claros”, sendo acompanhado pelos artistas e todo o povo presente. E foi só bis até o sol raiar:

“Essa estrada, leva e traz dor e alegria,
a primeira caminhada, a primeira companhia.
Vim do sertão, lá do meio da chapada.
Quanto tempo, quanta estrada, tanta curva perigosa.
É muito fácil, todo passarinho voa,
toda mata sei que é boa, quando não tem alçapão.
Tem nada não, caminhar por onde se passa,
e mês que vem, eu vou de trem pra Montes Claros...
Tem nada não, caminhar por onde se passa,
e mês que vem eu vou de trem pra Montes Claros...
E mês que vem eu vou de trem pra Montes Claros...”


PS: Esta é a notícia que eu gostaria de escrever um dia... Quem sabe?
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50170
De: oliveira para luciana Data: Qua 16/9/2009 16:44:26
Cidade: MONTES CLAROS
voce nao entendeu minha mensagem. como uma escola autoriza alunos lotarem um õnibus sem um professor responsável para acompanhá-los? se tivesse um professor no comando com certeza teria sido diferente, eles teriam respeitado sua presença e não estariam chingando e mostrando os dedos para os pedestres e motoristas. quando eu questionei qual educação nossas crianças estao recebendo na escola, quis dizer em relação ao termo "particular" pois os pais pagam colégios caros achando que os alunos têm toda assistência dentro e fora da sala de aula, o que não foi o caso. Para seu interesse, não sou da área da educação, mas tenho mãe e mais 8 tias, todas professoras que reclamam do mesmo que você reclama hoje. como bacharel em direito tenho a frustação de saber que muitas leis estão ai para serem cumpridas e não são. Sou do tempo em que os pais corrigiam os filhos com surras, e até já levei algumas, e hoje sou cidadã exemplar pela educação que tive dos meus pais e professores da escola dom joao antônio pimenta. Concordo plenamente com você quando disse que o professor não pode nem corrigir um aluno senão pode ir até preso. O professor tem o dom de ensinar não só a ler e a escrever mas os principios básicos da vida, a exercitar o respeito, a educação, a compaixão pelo proximo, a generosidade a humildade, que todos deveriam aprender em casa com a família.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50169
De: Hudson Data: Qua 16/9/2009 16:19:05
Cidade: BH
Saiu a lista das cidades brasileiras que mais criaram vagas de trabalho. Nove são capitais - entre elas BH. Sete Lagoas está no meio. Montes Claros está fora.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50168
De: Luciana para Sr OLiveira Data: Qua 16/9/2009 14:48:34
Cidade: MOntes Claros
Sr, OLiveira, é triste ler um comentário como o seu,pois ao que me parece, não é do "meio" da educação.Infelizmente não podemos abrir nossas bocas para falar tudo o que precisamos,pois,apesar de vivermos num país dito democrático, como profissionais de educação ainda estamos na ditadura.Suas angústias, sr Oliveira são as mesmas de milhares de pais por esse Brasil,ocorre que essa educação a que o senhor se refere a escola não oferece.Procuramos a todo custo transmitir o conhecimento, a educação vem de berço.O que o Sr aborda não acontece só em escolas particulares, na rede pública é um pouco pior, porque tem o conselhor tutelar que não nos deixa trabalhar, nós hoje não podemos reclamar um aluno, se o fizermos estamos sujeitos a duras correções por parte da justiça.Resumindo: A maioria dos problemas das escolas hoje chama-se leis,pois são justamente elas que nos impede de corrigir os alunos quando esta correção está ao nosso alcance.Se o fizermos apanhamos e somos até presos! Acredita nisso? Ah se eu pudesse falar..
lamento tanto não poder gritar aos quatro cantos do mundo o que se passa atrás das cortinas da educação hoje no Brasil.
Guarde suas angústias, não há mais solução.
Luciana.
Não sei mais o que sou,se educadora ou revoltada, não me conheço, perdi minha identidade numa sala de aula qualquer..
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50164
De: Sarah Ag. Data: Qua 16/9/2009 13:42:26
Cidade: Montes Claros/MG
Comentando a mensagem N°.50126 "Assalto próximo ao Condominio (...), assusta moradores da Morada do Parque. Assalto com reféns, assusta moradores de uma dos bairros mais tranquilos de Montes Claros. Por volta das 13:30 Hs de Hoje (15/09), dois meliantes invadiram residência próxima ao Condominio e fizeram familia de refém. A policia Militar agiu com rapidez, cercou a residência e liberou a familia sequestrada. " Esta família que foi feita de refém, é o meu tio e dois primos. Por graça de Deus, minha tia e meu outro primo estavam no supermercado.
Mas o assalto não acabou da maneira relatada.
Os três assaltantes renderam meu tio no momento em que ele saia de casa, às 13hrs, para levar o meu primo caçula ao colégio. Com uma arma em sua cabeça fez com que ele voltasse para dentro da garagem. Neste momento, a doméstica viu o movimento estranho e consegiu sair pelo portão dos fundos e acionar a polícia.
Enquanto isso, os ladrões fizeram meu tio, meu primo que estava lá dentro e o caçula de reféns. Enquanto um dos assaltantes estavam dentro de um dos quartos com o pé sobre a cabeça dos meus primos, o outro estava andando pela casa com o meu tio a procura de um cofre.
Depois de aproximadamente 30 minutos, os ladrões prenderam a família no banheiro e pediu que eles não tentassem sair, se não "estouraria" todo mundo.
Conseguiram levar R$ 160,00, 4 aparelhos celulares e no final levaram uma TV de plasma 42 polegadas.
Os ladrões conseguiram fugir tranquilamente, e só depois de algum tempo do ocorrido a PM chegou ao local.
Apesar do trauma, graças a Deus não aconteceu nada de grave com eles
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50158
De: Luiz Ortiga Data: Qua 16/9/2009 11:26:38
Cidade: Brasilia/DF
E-mail: luizortiga@gmail.com
Estes dias tem sido os dias dos barulhos. A origem é sempre Montes Claros. Um barulhão do carnamontes e o outro com o boato que nos deixou aterrorizados: demolição da Praça de Esportes. Este não passou de um rebate falso, felizmente. O que esperamos das nossas autoridades e de coração é que ou a praça de esportes a gloriosa MCTC, de onde sairam campeões em várias atividades esportivas seja modernizada e dotada dos equipamentos necessários para a atualização e chamamento dos jovens, como fora antes ou seja transformada num parque municipal (sugestão do leitor na mensagem 50135), onde mais um pulmão seria oferecido à cidade tão precisada, resultado do progresso inato que a caracteriza. Com isso, creio, seriam cessados os boatos de transformar aquela preciosa área para uns, mas de sagrada para muitos e para mim que tive parte da minha formação ali, praticando esportes.Local onde foi forjada uma pleiade de jovens campeões,longe dos vícios e preocupados em obter melhores tempos nas competições, elevando o nome da cidade e fazendo-a ser conhecida em todo estado como formadora de atletas.
Creio que nem bem estamos recuperados do trauma da demolição do mercado municipal, do Colégio Diocesano e tantos casarões que faziam parte da história da cidade, agora surge esta conversa de amedrontar àqueles que tem Montes Claros no coração.
Confiamos nas nossas autoridades e que tudo não passe de um mal entendido.
Respeitosamente e aliviado.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50157
De: Jornal Hoje em Dia Data: Qua 16/9/2009 10:56:28
Cidade: Belo Horizonte
Gangue de traficantes é presa em Moc – Suspeitos seriam integrantes da principal quadrilha do Norte de Minas – Girleno Alencar – Montes Claros – Quatro homens e uma mulher foram presos, na manhã de ontem, em Montes Claros e Belo horizonte, suspeitos de serem integrantes da principal quadrilha de tráfico de drogas no Norte de Minas. Eles foram detidos durante a Operação Seringueira, das polícias Federal, Militar e Civil. No total, sete suspeitos foram apresentados – dois deles já estavam recolhidos no Presídio de Montes Claros e na Cadeia de Janaúba. Quatro – três homens e uma mulher – foram detidos em Montes Claros e um, na capital.
Por meio de escutas telefônicas autorizadas pela justiça, a Polícia Federal descobriu como a gangue operava. O líder seria um homem identificado como Marcos Antônio Maurício da Silva, o “Marquinhos Boca de Borracha”, 29 anos, que teria três lanchonetes e vários veículos para distribuir a droga. A polícia investiga a denúncia de que ele teria 250 motos para a distribuição dos entorpecentes.
A operação policial começou às 6 horas, quando policiais das três corporações passaram a cumprir 17 mandados de busca e apreensão e dez de prisão, expedidos pelo juiz Isaias Veloso Caldeira, da 1ª Vara Criminal de Montes Claros, em várias regiões da cidade.
Em Montes Claros, além de Marcos Antônio, foram presos sua esposa, Letícia dos Santos Souza, 21 anos; Alex Santos Farias, 23 anos, considerado o gerente do tráfico; e João Paulo Rodrigues Duarte, o “JB”, 27 anos, além de Valdir José Pestana, o “Padre Velho”, 38 anos, detido em Belo Horizonte, apontado como fornecedor da droga. Antes, haviam sido presos Darlan Dias da Silva, que está recolhido em Janaúba, Erivelton Ferreira de Souza, em Montes Claros.
As investigações começaram há cinco meses. Na operação de ontem, foram apreendidos três quilos de pasta-base de cocaína e meio quilo da mesma droga, além de nove carros, cinco motos e R$ 23 mil em dinheiro. No total, em cinco meses, foram apreendidos dez quilos de cocaína.
De acordo com a Polícia Federal, a droga vinha da Bolívia, por duas rotas. Uma delas passava pelo Mato Grosso do Sul, chegando a Belo Horizonte, de onde Valdir Pestana a enviava para Montes Claros; a outra passava por São Paulo. Marcos Antônio era responsável pela distribuição da droga no Norte de Minas. Segundo a PF, ele não fazia contatos por telefone, preferindo negociar diretamente com os envolvidos. A detenção temporária por 30 dias dos suspeitos foi transformada em prisão em flagrante. A operação contou com 68 policiais federais e 130 civis e militares.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50156
De: Gonçalves Data: Qua 16/9/2009 10:49:35
Cidade: M. Claros
Chegou a pingar, ontem à noite, em alguns pontos de M. Claros. A chuva de 3 milímetros, transferida de ontem para hoje, provavelmente não virá. O tempo está azul-anil, esfuziante, sem nesga para chuva.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50154
De: Jornal Estadão Data: Qua 16/9/2009 10:42:09
Cidade: São Paulo
PF prende sete por tráfico de drogas em Minas Gerais - Quadrilha vendia pasta base de cocaína e maconha para cidades do norte do Estado, segundo a PF - São Paulo - Sete pessoas foram presas em Minas Gerais nesta terça-feira durante a Operação Seringueira, cujo objetivo é desarticular uma organização criminosa que atua no tráfico de entorpecentes, principalmente pasta base de cocaína e maconha, que são distribuídos na região norte do Estado.
De acordo com a PF, as prisões aconteceram em Belo Horizonte e Montes Claros. Também foram cumpridos 17 mandados de busca e apreensão, entre eles 11 aparelhos celulares, três aparelhos de TV LCD, um aparelho de DVD, quatro carros, cinco motos, 2,8 quilos gramas de pasta base de cocaína, 400 gramas de maconha e R$ 23 mil em dinheiro.
Ao longo da ação, que durou cinco meses, foram apreendidos 20 quilos de drogas. A operação contou com 72 policiais federais, 32 policiais militares e 12 policiais civis. A droga, originária da Bolívia, é distribuída nos Estados de Mato Grosso, São Paulo e Minas Gerais.
Os presos serão indiciados por tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico. As penas somadas podem chegar a 25 anos de prisão.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50153
De: Antônio Eustáquio Freitas Tolentino Data: Qua 16/9/2009 10:33:39
Cidade: Montes Claros (MG)
Enquanto a tendência mundial, nos países civilizados, é de aumento de praças e de áreas verdes, Montes Claros parece ir na direção contrária. A notícia da iminente destruição da Praça de Esportes causou-me surpresa e indignação. Quando a gente acha que as coisas vão melhorar, eis que mais uma péssima notícia dessa nos atinge em cheio. Ah, como eu gostaria de ouvir que a Prefeitura iria criar uma pista de Cooper ao redor da Lagoa do Interlagos, com o plantio de centenas de árvores. Ah, como eu gostaria de ouvir que a Praça dos Jatobás seria totalmente remodelada com o plantio de novas árvores. Ah, como eu queria ouvir que a Praça Wanderley Fagundes, no Todos os Santos, teria uma reforma do seu piso, dos seus brinquedos, do plantio de mais árvores. Ah, como eu gostaria de saber que a Praça de Esportes seria totalmente reformulada e utilizada para lazer de toda a população de Montes Claros. É, sonhar é preciso e necessário ao êxtase da alma, mas a realidade é cruel, bem cruel.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50149
De: Jornal O Tempo Data: Qua 16/9/2009 08:58:39
Cidade: Belo Horizonte
Reunião com produtores do Jaíba fracassa e volta à estaca zero - Helenice Laguardia - Os produtores do projeto Jaíba, no Norte de Minas Gerais, saíram revoltados da reunião com representantes do governo do Estado que aconteceu ontem, em Mocambinho, a 10 km do Jaíba. A expectativa era obter a garantia do governo do Estado da agilidade na liberação das licenças ambientais, mas o otimismo dos produtores se transformou numa sensação de perda de tempo após uma tarde inteira de discussões.
Os produtores decidiram entrar com ações indenizatórias, perdas e danos e ações de ordem criminal contra o secretário de Estado do Meio Ambiente, José Carlos Carvalho, por abusos continuados e excessos de autuações, e perdas morais pela criminalização sem direito a defesa prévia.
A reunião de ontem não deu fim a vários problemas: processos criminais, multas e cobranças da Copasa, que foram mantidas. Além disso, o Instituto Estadual de Florestas (IEF) informou que será "muito difícil" resolver o problema do licenciamento ambiental.
O cronograma oficial não foi definido e os produtores estão se organizando para entrar com ações contra o governo estadual pelo abuso do poder de autuar, pelo desrespeito do edital e dos compromissos na venda dos lotes.
O jornal distribuído pelo IEF foi ridicularizado pelos produtores pelo ato de insensatez que traduziu, reproduzindo o decreto do presidente da República e jogando a culpa para a esfera federal. O texto, porém, não justificou o atraso do IEF em três anos para autorizar as licenças que, no edital e no ato da escritura, eram definidas e registradas em cada escritura.
Durante a reunião, o sentimento dos produtores foi de indignação em relação ao mero engodo em que se transformou o Projeto Jaíba para vender terras mais caras a valores atualizados por R$ 5.000 o hectare, que hoje não têm comprador, além do passivo de R$ 36 mensais por hectare, que a Copasa cobra mesmo em áreas inativas.
A revolta maior em relação ao IEF foi o atraso nas licenças. A cobrança dos produtores foi relacionada a todos os decretos que são muito anteriores à lei. Outra reclamação discutida na reunião foi que o órgão manteve o escritório regional do Jaíba inoperante por um ano, desqualificando inventários florestais, além da aplicação de multas em cascata. "Apenas um lote de 34 hectares foi exposto a três multas no valor de R$ 432 mil cada uma, perfazendo o total de R$ 1,2 milhão de um lote adquirido por R$ 100 mil, em 2004.
Todos os produtores reclamam ainda da indústria das multas, apresentando casos de cobranças descabidas que geraram a criminalização de quase todos os produtores presentes. O representante do IEF, João Paulo Sarmento, alegou problemas de leis federais, da legislação estadual e da cobrança do Ministério Público do Estado.
Porém, os produtores alegaram que quem leva ao Ministério Público as autuações é o próprio IEF sem antes admitir uma defesa do produtor em âmbito administrativo. Portanto, o produtor no Jaíba sequer tem direito a dar explicação, restando a ele apenas responder por crime ambiental numa vara criminal comum da Justiça.
Representantes das empresas Brasnica, Ibá Agroindustrial, Pomar Brasil e Sada Bio-Energia e diversos pequenos e médios produtores esperavam a liberação das áreas embargadas pelo IEF, além da isenção nas tarifas cobradas pela Copasa para as áreas inativas, mas obtiveram apenas promessas.
O gerente executivo do projeto Jaíba e representante do governo, Luiz Afonso Vaz, informou que um decreto estadual classificando as áreas do projeto Jaíba 1, 2, 3 e 4 de utilidade pública ou interesse social será publicado nos próximos dias. "O decreto vai propiciar autorização de limpeza das áreas de regeneração primária." A medida promete retirar parte da primeira trava da burocracia ambiental que inviabilizou o desmatamento das áreas irrigáveis destinadas à produção.
Outras promessas do governo apresentadas ontem se referem ao adiamento para março de 2010 do início da cobrança da Copasa dos valores devidos ao Estado, correspondentes ao consumo de água no período de dezembro de 2006 a fevereiro de 2008, e a suspensão até 31 de dezembro deste ano do processo de cobrança judicial para as áreas inativas.
Dívidas - Prazo maior do BDMG. A prorrogação do pagamento de dívidas junto ao BDMG também foi outra promessa apresentada para ser publicada nos próximos dias. O produtor terá seis meses de carência.
Entidades se mobilizam para viabilizar CPI - As entidades representativas dos produtores do Norte de Minas Gerais estão pressionando seus deputados para que assinem o requerimento para a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da indústria da multa, que pretende investigar abusos dos órgãos ambientais do Estado na fiscalização e punição aos produtores. Cinco parlamentares da região ainda não assinaram o requerimento de autoria do deputado Paulo Guedes (PT). que foi protocolado na última quinta-feira.
Os deputados que não assinaram são Ana Maria Resende (PSDB), Arlen Santiago (PTB), Carlos Pimenta (PDT), Gil Pereira (PP) e Ruy Muniz (DEM). Em manifesto divulgado ontem, a Sociedade Rural de Montes Claros, o Sindicato dos Produtores Rurais de Montes Claros, a Associação dos Irrigantes do Norte de Minas e a Associação dos Criadores de Gado de Corte do Norte de Minas pedem que esses deputados apoiem a CPI “tendo em vista que a nossa região concentra o maior númeor de autuações”. Ontem, Guedes conseguiu mais duas assinaturas para a CPI, dos deputados Almir Paraca (PT) e Gilberto Abramo (PMDB).
No entanto, de acordo com a assessoria de imprensa da Assembleia, sete parlamentares retiraram a assinatura da CPI. Na semana passada o requerimento foi protocolado com 26 assinaturas, o mínimo necessário para instaurar a Comissão. A assessoria não informou quais deputados voltaram atrás na decisão de apoiar a CPI. Apenas o Duarte Bechir (PMN) confirmou a retirada da assinatura. (Ana Paula Pedrosa)
Protesto em Montes Claros - Uma outra frente de protesto contra o rigor das multas e a proibição do plantio no Jaíba também está ocorrendo em Montes Claros, principal cidade do Norte de Minas Gerais.
A área municipal está coberta de vários outdoors com os dizeres: “Acorda Aécio: Mata Seca não é Mata Atlântica”. A crítica é da inclusão da área no bioma protegido por lei federal.
Diversas associações representantes da sociedade civil estão propondo até a separação do Norte de Minas do restante do Estado. (HL)
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50146
De: Raphael Reys Data: Qua 16/9/2009 08:06:13
Cidade: Moc - Mg  País: Br
E-mail: raphaelreysmoc@yahoo.com.br
PRIMEIRA VIAGEM AO PURGATÓRIO

Raphael Reys

Baseado na costumeira suposição de que toda alma mandada a este mundo doido o é em missão e que os erros de propósitos filosóficos e morais são inerentes ao homem em aprendizado, Dante relata que: “A alma por estar escravizada ao amor tende ao prazer.” Assim sendo, as almas masculinas quase na sua totalidade, ao baterem a caçoleta os seus donos vão de imediato para o purgatório. Antecâmara do Inferno ou escada para o céu (da boca da onça...)
E as mulheres quando chega a hora, vão para onde, pergunta o leitor. Elas não dão nem beira de caçapa! Vão direto para os Hades de Dante! Sendo as suas almas impregnadas de agá e de maldades mil, vão parar quase sempre nas Paratecas, ou seja, o sétimo círculo do Érebro. Conhecido como” Judeca” ou “Prefundas”.
Sempre ao dormir saio do corpo em perispírito (projeção astral) e volito pelo mundo espiritual imediato. Noite dessas projetei ir ao Inferno dantesco visitar a seção dos conterrâneos montes-clarenses. Relatei a minha vontade a um mui digno leitor de minhas crônicas, um competente juiz de Direito da nossa urbe e o mesmo me aconselhou fosse primeiro ao Purgatório. Assim, as famílias dos “de cujus” não dariam “pití” e ficariam mais consoladas ao lerem à crônica...
Chegando ao portão principal do átrio dei de cara com Manoel Quatrocentos e levei a primeira ferrada da noite. Ele é assessor do porteiro mor, Arlindo Tiririca, um valente de antanho. A segunda ferrada veio do hoteleiro Juca de Chichico.
Ao vê-lo, falei: “Como vai, seu Juca?” Ele respondeu fazendo o seu gesto característico de puxar para si o interlocutor:" que aperta e não machuca!” Logo ouvi uma cantoria vinda de um bando de saltimbancos que, supondo que eu houvera batido a caçoleta, após uma recente cirurgia cardio que fiz viera me receber e dar as boas vindas.
Antonio Augusto Soldado, irmão de Arnaldo Maravilha no solo do violão e Dincanga imitando Caubi Peixoto, precedido de uma trupe de conhecidos “de cujus montes-clarenses”.
Busquei ver no bando a presença da minha amiga Aline Mendonça e o executivo do átrio me informou que ela cantava agora no coro da Divina Beatriz, no Terceiro Céu de Odin. Aproveitando o ensejo perguntei pelo poeta Reivaldo Canela. Segundo me informaram poetava no Quinto Céu, com Tagore e Whitman.
Versavam e versejavam sobre a “sustentabilidade da alma” e o efêmero da existência dos humanos, papo “rafiné” só para quem é do ramo, como diria o poetinha Felippe Prates.
Mais no fundo, vi Zoca e Fernando Gontijo fazendo uma serenata na porta do lupanar de Analinha. Meu amigo Moisés Almeida tomando “Old Eight”, o uísque que matou doutor Fernando Oliveira e seu irmão, Felisberto, o Barão, bebendo uma vodka russa PO com Jaroslav Rosulek e Walmor, ao som de Virgílio de Paula cantando os temas de Noel. Coisa linda!... Todos aguardavam a hora de ir para a parte de cima do babado.
Um grande alarido e som de farra me chamaram a atenção, em um canto reservado aos filhos de Figueira. Só tinha cabeceiras! Na maior farra, Daço Cabeludo, Mauricim e Marão, Mamoeiro, Tião Coxé e Zé Paraíso com o seu inseparável “38 Schmidt and Wesson”. Zé Priquitim tomando uma gelada e Zé Carlos Priquitim com a bandeira do Atlético. Biô Maia e Carlúcio Atayde degustavam uma Viriatinha, no Bar Sibéria de lá.
Vi o notável professor Pedro Santana ensinando filosofia socrática para notívagos em recuperação e que se preparavam para serem enviados aos céus e, após, visitar todos os departamentos tupiniquins. Pedi para voltar pela região das escarpas até o portal de entrada e me mandaram como guia Virgínio Preto, montado no seu alazão negro com sua pirata cabo de prata.
No retorno, como não tinha pontes, atravessamos o Rio Letes a bordo do barco de Caronte e encontramos um exército de torcedores de Galo e do Cruzeiro, que desfilavam empunhando uma bandeira onde estava escrito: “E o estandarte do Inferno avança!”
Ao me afastar do portal e já volitando, escutei Dincanga cantando em despedida, muito melhor do que Caubi:
“Conceição, eu me membro muito bem... Vivia no morro a sonhar com coisas que o morro não tem... Foi então, que lá em cima apareceu, alguém que lhe disse a sorrir que descendo as escadas ela iria subir... Se subiu, ninguém sabe, ninguém viu, pois hoje o seu nome mudou e estranhos caminhos ela pisou...Só eu sei, que tentando a subida desceu e agora daria um milhão, para ser outra vez Conceição!...
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50144
De: Jornalista Luiz Ribeiro Data: Qua 16/9/2009 07:32:31
Cidade: Montes Claros/MG
E-mail: luizribeiromoc@hotmail.com
Entre os dias 25 a 27 de setembro, cidadãos de todo o país interessados na ampliação e no acompanhamento do controle das políticas públicas estarão em Brasília para compartilhar experiências, boas práticas e debater sobre os limites e possibilidades do exercício do controle social no Brasil. Esse é o objetivo do I Seminário Nacional de Controle Social. Sou um dos palestrantes convidados do evento,que será promovido pela Controladoria-Geral da União (CGU), em parceria com a Embaixada Britânica no Brasil, e com o apoio do Instituto de Fiscalização e Controle (IFC), da Associação dos Amigos de Ribeirão Bonito (Amarribo) e da Avante – Mobilização e Educação Social. Fui convidado para abordar o tema "O papel na mídia no controle social das políticas públicas na saúde". a programação pode ser conferida no site www.cgu.gov.br. Acredito que trata-se de uma oportunidade para discutirmos de que maneira podemos contribuir para o controle e melhoria das políticas públicas de saúde. Tendo em vista a proposta da iniciativa, de buscar ampla participação dos cidadãos, solicito, por favor, enviar sugestões sobre a participação da mídia no controle das políticas públicas no setor de saúde. meu e-mail: luizribeiromoc@hotmail.com
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Mensagem N° 50141
De: José Othen Data: Qua 16/9/2009 01:26:46
Cidade: Montes Claros-mg
Um grave acidente aconteceu agora a pouco (00:20) no cruzamento da Rua Santa Maria / Av. Sanitária, uma moto com seu condutor e um garupeiro bateu em um Corsa sedan, no acidente o motorista do Corsa nada sofreu, no entanto os dois ocupantes da moto estiveram ferimentos graves, o garupeiro principalmente, estava em estado gravíssimo. Para esclarecimento, o semáforo estava em funcionamento de alerta, em caso como este a atenção tem que dobrada e principalmente com ações proativa. Se alguém tem informação dos condutores da moto, mande mensagem.
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a Link:

Página Anterior >>>

Abra aqui as mensagens anteriores:


Voltar à Página Inicial

 






Um olhar de Montes Claros sobre o que é notícia em toda parte
Uma janela para Montes Claros


Últimas Notícias

31/10/14 - 18h
Celulares do Amazonas, Maranhão, Pará, Roraima e Amapá terão 9º dígito a partir de domingo

31/10/14 - 17h01
Campanha contra a poliomielite começará no dia 8 de novembro e vai durar 20 dias

31/10/14 - 16h
Brasil tem 38% dos lares chefiados por mulheres, mostram números do IBGE

31/10/14 - 15h
Norte-americana com câncer terminal diz que se sente bem e adia morte assistida

31/10/14 - 14h
Manchetes dos jornais: “Claro, Vivo e Oi fecham acordo para comprar TIM” - “Juros encarem Natal” - “Rendimento garante sucesso da poupança”

31/10/14 - 13h
Multas de trânsito vão ficar até 10 vezes mais caras a partir de amanhã

31/10/14 - 12h
Atacante Willian quebra a costela e desfalca Cruzeiro por tempo indeterminado

31/10/14 - 12h06
"Se ele fosse candidato - e eleito, pela sua visão de futuro e capacidade administrativa, certamente, hoje, a cidade teria outro aspecto"

31/10/14 - 11h
Há previsão de 10mm de chuva, hoje, e praticamente mais nada, para M. Claros, até 9 de novembro

31/10/14 - 10h58
M. Claros perde ao amanhecer um dos seus filhos, não nascido aqui, que mais ajudou a cidade nos últimos 40 anos. Infarto matou João Bosco Martins, que celebrizou a antiga fábrica de cimento

31/10/14 - 10h
Homem foge de assaltantes em M. Claros, leva tiro pelas costas e, sangrando, conduz moto até hospital

31/10/14 - 9h
Prefeitura não funciona hoje, Dia do Servidor, mas comércio e bancos seguem trabalhando

31/10/14 - 8h
Juro do cheque especial alcança 183% em setembro, maior percentual desde 1999

31/10/14 - 7h
Claro, Vivo e Oi fecham acordo para comprar a TIM e reparti-la em três – avança jornal paulista


30/10/14 - 18h
Técnico do Atlético vê decisão em aberto contra Flamengo no Mineirão

30/10/14 - 17h10
Chile se torna o 1º país da América Latina a plantar maconha para uso medicinal

30/10/14 - 16h
Pesquisadores brasileiros descobrem Viagra de pimenta 50% mais potente

30/10/14 - 15h
Brasil já tem 828 casos da febre chikungunya, doença prima da dengue

30/10/14 - 14h
Manchetes dos jornais: “Banco Central eleva juros para 11,25% ao ano, 3 dias após eleições” - “Caixa vai ampliar crédito para a compra de veículo”

30/10/14 - 13h
Militar que matou Osama Bin Laden revelará sua identidade na TV

30/10/14 - 12h
Mulher de 29 anos, com câncer sem cura, marca o dia da morte - sábado que vem, e vira assunto nos EUA

30/10/14 - 11h
Com a alta da Selic, Brasil tem, de novo, o juro mais caro do mundo

30/10/14 - 10h
Derrota obriga Atlético a buscar nova recuperação em casa na Copa do Brasil

30/10/14 - 9h
Motoboy que levou tiro na testa em assalto no Alto de São João passa por cirurgia. Seu estado é grave

30/10/14 - 8h
Diminui a chance de chuva em M. Claros - 10 milímetros, hoje, e 2 amanhã; a de ontem, de 18mm, ficou em chuviscos

30/10/14 - 7h
Acidente entre ônibus (que chegava a M. Claros) e carreta mata 4 e deixa 16 feridos perto do Canto do Engenho


29/10/14 - 18h
Em boa fase, Atlético e Flamengo iniciam hoje fase semifinal da Copa do Brasil

29/10/14 - 17h
Cruzeiro recebe o Santos pela semifinal da Copa do Brasil e precisa “fazer a lição de casa”

29/10/14 - 16h
Tribunal de Justiça do Rio condena Record a pagar 100 mil reais a Xuxa por ter mostrado foto dela nua

29/10/14 - 15h
Pela 3ª vez, ator Hugh Jackman, o Wolverine, volta a tratar câncer de pele no nariz

29/10/14 - 14h
Recusa da extradição de Pizzolato pode abrir precedente “muito perigoso” para o Brasil, afirma procurador-geral da República

29/10/14 - 13h
Manchetes dos jornais: “Câmara impõe 1ª derrota a Dilma após a reeleição” - “Câmara derrota Dilma e veta conselhos populares” - “Rebelião na base aliada provoca 1ª derrota de Dilma após a reeleição“

29/10/14 - 12h
Minas tem 45 mortes e quase 45 mil casos de dengue em 2014 – revela Secretaria de Saúde

29/10/14 - 11h
Chuva em M. Claros desde ontem foi de 40mm; pela meteorologia, pode chover 18mm hoje e 15 amanhã

29/10/14 - 10h
Depois de se casar com mulher sequestradora na prisão, Richthofen quer ser mãe

29/10/14 - 9h
Brasil sobe 3 posições, mas fica atrás do Equador, Chile e México, em ambiente de negócios – mostra ranking

29/10/14 - 8h
Bolonha nega extradição e ex-diretor do Banco do Brasil é solto. Governo vai recorrer

29/10/14 - 7h
Câmara derruba decreto de conselhos populares, 2 dias após a reeleição


28/10/14 - 18h
Supremo promete julgar, amanhã, troca de aposentadoria

28/10/14 - 17h
Técnico do Atlético elogia Carlos, mas diz que atacante ainda precisa evoluir

28/10/14 - 16h05
19% dos estudantes dos EUA trocam imagens sexuais pelo celular, aponta estudo

28/10/14 - 15h
Cruzeiro "esquece" Brasileirão e se concentra na Copa do Brasil. Santos diz não temer a Raposa

28/10/14 - 14h08
"O suspeito, um jovem de 18 anos que ainda estava internado no local, e mais dois adolescentes conseguiram fugir após o crime.(...) O homem que teria matado (...) é conhecido no meio policial por furtos e roubos em Janaúba e Montes Claros"

28/10/14 - 14h
Para o papa, Big Bang e Teoria da Evolução não contradizem a lei cristã

28/10/14 - 13h
Manchetes dos jornais: “Dilma busca para a Fazenda nome do mercado financeiro” - “Dólar dispara e ações da Petrobras desabam” - “Congresso já reage a proposta de plebiscito”

28/10/14 - 12h
Seis alemães, Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar estão entre os indicados à Bola de Ouro de melhor jogador

28/10/14 - 11h
Condenada pela morte dos pais, Suzane Richthofen deixa ala evangélica, abre mão da liberdade e se casa com mulher seqüestradora

28/10/14 - 10h38
"Vivemos sob risco permanente, não apenas pelos que nos impedem de circular tranquilamente pelas ruas, de ir e vir ao trabalho, do exercício do ofício que nos dá sustento e à família"

28/10/14 - 10h
Menor de 14 anos é morto por outro, de 18, em centro de acolhimento instalado em área residencial

28/10/14 - 9h
Choveu 30 milímetros em M. Claros, logo cedo - quase o triplo da previsão. O tempo segue "carregado", e há mais chuvas até quinta

28/10/14 - 8h08
"Chuva de encher rio já há 25 minutos em Montes Claros. Chuva uniforme, vigorosa, comportada, sem raios e trovões. Chuva de lavar os ares, de acender a iluminação das ruas. Chuva de Deus, chuva da infância, quando a cidade toda rumava para a beira do rio Vieira, para ver a enchente chegar e passar, ir, levando grandes toras, e..."

28/10/14 - 8h
11 estudantes, de até 16 anos, e professora morrem em acidente com ônibus escolar no interior de S. Paulo

28/10/14 - 7h
Presidente Dilma afirma que quer dialogar, e que não vai fazer choque na economia


27/10/14 - 18h
Galo e Raposa "secam"o São Paulo, que hoje enfrentará o Goiás pelo Brasileirão

27/10/14 - 17h03
Atlético chega ao centésimo gol na temporada e é o líder do returno do Brasileirão

27/10/14 - 16h50
Votos brancos e nulos em M. Claros somam 11.062 no segundo turno. 210.925 votaram (82,7%)

27/10/14 - 16h43
Falso funcionário exige 2.700 reais para "agilizar" serviço da Cemig em M. Claros programado para o ano que vem

27/10/14 - 16h03
Eleitor tem 60 dias para justificar ausência na votação de ontem

27/10/14 - 15h
Manchetes dos jornais: “Dilma é reeleita na disputa mais apertada da história” - “Reeleita, Dilma prega união e reforma política” - “Uma presidente, dois Brasis”

27/10/14 - 14h
Cruzeiro terá sequência de jogos em casa para espantar má impressão

27/10/14 - 13h
Brasil assina contrato de 13,4 bilhões de reais para compra de 36 caças suecos, que virão entre 2019 e 2024

27/10/14 - 12h02
Resultados ainda extraoficiais de Montes Claros: Dilma, 124.127 votos, 62,05% - Aécio, 75.916 votos, 37,95%

27/10/14 - 12h
Três ficam feridos, na Ponte Branca, em capotamento de ônibus que vinha de Brasília para M. Claros

27/10/14 - 11h45
"...escalávamos um robusto pé de goiaba encostado no muro divisório para nos deliciarmos vendo, pelas frestas do telhado, as funcionárias da fábrica tomarem banho para retirar o suor e a fuligem do café"

27/10/14 - 11h
Jornais estrangeiros destacam desafio "ao final de uma campanha duríssima, cheia de denúncias e acusações mútuas"

27/10/14 - 10h
Anvisa descarta que passageiro isolado em aeroporto do Rio esteja com ebola

27/10/14 - 9h
PMDB elege o maior número de governadores (7) e a 2ª maior bancada na Câmara (66 deputados)

27/10/14 - 8h
M. Claros amanhece e segue com chuva. Pode chover 39 milímetros hoje, 12 amanhã, 16 quarta e 26mm quinta

27/10/14 - 7h
Reeleição de Dilma foi a eleição mais apertada desde 1989 - 51,64% contra 48,36%


26/10/14 - 14h30
67 votos de urna eletrônica deliberadamente queimada por eleitor, com gasolina, em Porteirinha, estão preservados. Segue a votação


25/10/14 - 18h
Câncer de mama atinge 156 mulheres por dia no Brasil

25/10/14 - 17h
Pesquisa mostra que brasileiro troca futebol por musculação

25/10/14 - 16h
Mais seguro país da América Latina, Uruguai vai decidir amanhã se reduz maioridade penal de 18 para 16 anos

25/10/14 - 15h
Em véspera de eleição, 31ª rodada do Brasileirão tem 10 jogos

25/10/14 - 14h
Manchetes dos jornais: “Enem – Ministério Público quer fraudadores presos” - “Supremo decide na quarta ação da troca de aposentadoria”

25/10/14 - 13h
Cruzeiro aposta em bom retrospecto, hoje, contra o Figueirense

25/10/14 - 12h
Previsão é de 2mm de chuva hoje, 2 amanhã, 12 segunda e 21, terça, em M. Claros. (Às 16h, a meteorologia alargou a chuva que vê)

25/10/14 - 11h
Por causa do fuso horário, Brasil só vai saber quem é o presidente às 20 horas de domingo, 17h no Acre

25/10/14 - 10h
Mega-Sena sorteia hoje prêmio de 60 milhões de reais, um dos maiores do ano. (Apostador de Sergipe ganhou com os n°s 12-17-23-38-53-54)

25/10/14 - 9h
Líder do returno, Atlético defende hoje às 18h30, vaga no G-4 contra o Sport. A 98 FM vai transmitir



OUÇA E VEJA A 98 FM
Todos direitos pertecentes a Rádio Montes Claros 98,9 FM. O material desta página
não pode ser publicado, transmitido por broadcasting, reescrito ou distribuído
sem prévia autorização